quinta-feira, junho 21, 2018
Banner Top

Estamos em movimento!

YES, A GENTE NÃO PÁRA!

2017 marca a organização formal do Movimento Black Money com a consciência de que  a luta não é de agora, há séculos que negros e negras se unem para auxilio mutuo e sobrevivência da comunidade negra. Nosso objetivo é dar corpo e voz a esses agentes que juntos ecoarão e retomarão a emancipação financeira, social e política dos afrodescendentes.

PARA REFLETIR!

Somos o berço em que a Humanidade nasceu, bebeu e se alimenta até hoje das riquezas e qualificações dos nossos bens naturais, produtos e serviços. Sofremos a invisibilidade e interiorização de nossas raízes, culturas e tradições por conta dos processos históricos de colonização e exploração de riquezas para alcance e manutenção de privilégios de um povo sobre os demais.

Nossas forças laborais, criativas e cognitivas junto a nossa comunhão em realizar benfeitorias a toda sociedade não traduzem o lugar que temos nas instituições de poder e no campo econômico. Para 2018 almejamos otimizar nossos esforços em prol de nossos pares no intuito de cascatear a progressão da ascensão de negros e negras nas corporações e mercado empresarial.

IGUALDADE COM LIBERDADE!

Caso a igualdade de oportunidades não seja associada às palavras de ordem Liberdade e Autonomia, não teremos a real sustentabilidade para projeção dos nossos empreendimentos e carreiras. Mais um ano onde Inovação, Tecnologia e Agilidade são temas cruciais para se manter vivo na competição no mundo dos negócios, no entanto para a comunidade negra ainda temos que sobrepor a barreira do Racismo e marginalização dos acessos. Não há como ter nivelamento de oportunidades se não temos confiabilidade de crédito, se não recebemos investimentos em nossos negócios e em nossas trajetórias educacionais/profissionais.

Não há como tratar marginalização do afrodescendente no mercado da mesma maneira que os outros temas de diversidade, seguem os números que o MBM continuará denunciando e combatendo. Nosso mantra para 2018:

·         Nós negros e negras não seremos mais 75% dos 10% mais pobres do país.

·         Não teremos o crédito 3 vezes mais negado que o empreendedor não negro.

·         Não receberemos apenas 60% da renda média do trabalhador branco.

·         Não teremos mais que o dobro de analfabetos negros que analfabetos brancos.

·         Não seremos mais 63% da população desempregada no Brasil.

·         Não sofreremos homicídios 2,7 vezes mais que um jovem branco.

Não mais!

UMA ÓTIMA NOTÍCIA!

Nosso propósito é impactar em todos esses números, 2018 será o ano em que o MBM lançará seus cursos para capacitação real da população afrodescendente nos campos de gestão de negócio e educação financeira, otimizando o mindset empreendedor de jovens e adultos com custos baixos e diferencial competitivo. Também será o ano onde serviços de investimentos e pagamentos de Negros para Negros chegarão com força para dar o suporte financeiro que nosso ecossistema necessita.

OBRIGADO 2017!

“Quando não existem inimigos interiores, os inimigos exteriores não conseguem ferir você.”

Como diz nosso querido mestre de cerimônia Rincon Sapiência: “Crespos estão se armando, faço questão de colocar no meu texto que Pretos e Pretas estão se amando”. Sim, armados e amando cada vez mais nosso propósito para que o movimento não cesse. Não há como voltar atrás, não desistiremos! Após o exercício de Kwanzaa onde os 7 princípios (Umoja – Unidade, Kujichagulia – Autodeterminação, Ujima – trabalho coletivo e responsabilidade,  Ujamaa – Economia Cooperativa, NIA – Propósito, Kuumba – Criatividade e Imani – Fé) foram estudados e projetados em nosso planejamento de ações para o novo ciclo terrestre de 2018, convocamos a todos e todas a participarem das atividades e projetos do MBM, não existe movimento sem a força de todo o Povo Preto.

A equipe do Movimento Black Money e parceiros agradecem a todos os seguidores e apoiadores que estão nesta onda conosco. Confiança, representatividade e coletividade nos movem e nos guiam. Não estamos sozinhos e não podemos transformar sem o coletivo.

Ajejé owo kan ko gbe igbá de orí.

Com apenas uma mão não se pode levantar uma cabaça cheia na cabeça.

#VEMQUEVEM2018

A você e familia desejamos saúde para enfrentar as pelejas, amor para confortar o peito e fé em você mesmo e no que crê para que as realizações tenham significado.

Que 2018 seja de continuidade na colheita do que está sendo plantado, que os discursos de inclusão e acessibilidade saiam do campo das palavras e entrem no campo da realidade para empreendedores e profissionais negros. Que o tema Diversidade seja tratado sem clichês e padrões no quesito Raça pois há um processo histórico de violência e exclusão à população negra no Brasil e no mundo que não pode ser reparado com bulas motivacionais ou treinamentos de conscientização sem que o câncer do Racismo e todas as mazelas embutidas na sua estrutura sejam combatidos e tratados com o rigor e seriedade devidos.

Em alerta e em ação para a nova revolução.

Não há fronteiras ou dificuldades que mudarão a força e as energias que estão alinhadas em prol da mudança.

Àdágún silè takète kosése

(Não se deve iniciar a guerra e ir embora )

FELIZ 2018

Movimento Black Money

0 Comments

Leave a Comment

FOLLOW US

GOOGLE PLUS

PINTEREST

FLICKR

INSTAGRAM

Advertisement

img advertisement

Social

## Codigo monitoramento RD Station